Produtos

MANILHAS SIMPLES

PARA CONDUTAS DE SANEAMENTO E PLUVIAIS

MANILHAS FURADAS

MANILHAS SIMPLES

COLOCAÇÃO DE JUNTAS / VEDANTES

Categoria:
MANILHAS SIMPLES
DIAMETRO INTERIOR

mm

COMPRIMENTO

mm

ESPESSURA

mm

PESO

KG

REFERÊNCIA
Ø200 1000 35 66 15 020
Ø300 N 1000 34 102 15 030
Ø300 R 1000 38 115 15 031
Ø400 1000 40 165 15 040
Ø500 1000 50 225 15 050
Ø600 1000 55 320 15 060
Ø800 1000 80 590 15 080
Ø1000 1000 100 930 15 100
Ø500 500 55 113 15 051

MANILHAS FURADAS

DIÂMETRO INTERIOR

mm

COMPRIMENTO

mm

ESPESSURA

mm

PESO

KG

REFERÊNCIA
Ø200 1000 35 66 16 020
Ø300 N 1000 34 102 16 030
Ø300 R 1000 38 115 16 031
Ø400 1000 40 165 16 040
Ø500 1000 50 225 16 050
Ø600 1000 55 320 16 060
Ø800 1000 80 590 16 080

 

COLOCAÇÃO DE JUNTAS / VEDANTES

Todos os tubos de betão devem montar-se tomando certas precauções básicas:
Deve-se comprovar previamente que o tipo de diâmetro dos vedantes de borracha que se vão utilizar correspondem ao diâmetro da manilha a instalar.

Para a correcta conexão e estanquecidade da união é necessário que a manilha que entra se encontra suspensa e concêntrica com a manilha já instalada. Com isto se reduz o esforço de montagem e a possibilidade de danificar a manilha durante o processo.

As juntas de borracha que se utilizam para realizar a união de aperto das manilhas são do tipo arpão e cumprem as condições exigidas pela Norma EN 681-1 (1996).

 

DETALHE DA JUNTA DESLIZANTE ARPÃO
As juntas deslizantes instalam-se em posição final apoiadas sobre a conexão escalonada. O encerramento da união faz-se por compressão e deslizamento, recorrendo a um lubrificante, que se aplica sobre a campânula e sobre o vedante.

1 – Limpar de modo a eliminar todas as substancias estranhas da superfície de união da campânula da tubagem

2 – Lubrificar a superfície interior da campânula utilizando uma trincha, esponja ou luvas de modo a cobrir a superfície inteira. Só se deve utilizar lubrificantes adequados.

3 – Limpar cuidadosamente a conecxão da manilha incluindo o degrau para o vedante

4 – Colocar o vedante no extremo do macho do tubo, apoiado no ressalto

5 – Igualar a tensão do vedante de borracha acompanhando várias vezes com as mãos ou com um objecto redondo e liso o perímetro entre a conexão e o vedante

6 – Lubrificar a parte da junta que vai estar em contacto com a parte interior da campânula

7 – Alinhar concentricamente a campânula com a conexão das manilhas a unir. Comprovar que o vedante de borracha está a fazer contacto com a zona interior da campânula em toda e extensão da circunferência

Também pode gostar…